quinta-feira, 24 de março de 2011

地震 - Update 12

Sendai - 24 de Março de 2011 - 22:55

Finalmente, depois de quase duas semanas fora estou de volta a Sendai! Quase perdi o ônibus, cheguei um minuto atrasado (acreditem em mim, faz diferença) mas deu tudo certo. Saindo da estação de Tóquio entramos na Tohoku High Way e ainda foi possível ver alguns resultados do terremoto, mas a boa notícia é que estava tudo sendo consertado e reconstruído bem depressa. Pude ver vários remendos na rodovia também, com aquele típico asfalto mais escuro.

Chegando em Sendai, parecia que nada tinha acontecido a primeira impressão. A cidade está normal. O problema é quando se começa a reparar nos detalhes. Não vi nenhuma loja de conveniência aberta por onde passei. Apesar de ter lojas abertas, movimento nas ruas, pessoas passeando com seus cachorros ou fazendo jogging, ainda está um pouco vazio. E também vi agora alguns prédios de onde caiu pedaços de concreto e uma calçada que afundou, coisa que não tinha visto antes de ir para Tóquio. Na estação tinha vários taxis parados também, esperando por clientes. Durante o trajeto até o apartamento para onde me mudei também vi duas linha de ônibus circular operando, o que é um bom sinal. Além de um posto de gasolina, com sua fila de carros para abastecer.

Já no apartamento está tudo em ordem, quer dizer, meu quarto está uma desordem total, mas temos água e eletricidade funcionando perfeitamente. O problema é não ter gás ainda, que usamos para o chuveiro e cozinhar. Vou ter que dar um jeito de improvisar urgentemente!

Depois vim para o laboratório para falar com meu professor que perguntou o porque de eu ainda não ter reservado a passagem para o Brasil... É fui ponto vencido depois dessa. Vim falar com ele para saber quais seria os próximos passos para o trabalho, já que agora estava mais complicado pois os servidores onde mantemos nossos dados fica numa universidade em Tóquio onde está tendo apagões programados, e ele disse que eu deveria ir para o Brasil visitar parentes e amigos para deixá-los mais tranquilos e poderia ir trabalhando de lá também. Por essa eu não esperava, estava vendo de perguntar se tinha uma possibilidade para eu voltar um pouco mais para frente, mas ele disse que não há necessidade de espera. Que coisa não, me pegou desprevenido! hehehe Estou re-arranjando meus planos agora.

Também me espantou o fato de não ter praticamente ninguém no centro de pesquisa! Só alguns gatos pingados. Outro fato interessante é que tem um grupo aqui com um experimento bem ao sul de Honshu (ilha principal do Japão) que não foi afetado pelo terremoto e o pessoal que estava lá mandou um estoque imenso de suprimentos. Agora, uma das salas aqui virou estoque com caixas e mais caixas de enlatados, cup nuddles, comida pré-pronto, água, chá e por aí vai. Pelo menos aqui comida não vai ser problema, já que o supermercado 24h perto do apartamento estava fechado. Mas tenho que checar com mais detalhe, pois já era meio tarde quando passei só em frente e talvez estejam trabalhando com um horário específico.

No mais está sendo tudo tranquilo até agora. Espero logo tirar algumas fotos para mostras a vocês a normalidade (ok, não 100%, mas indo) que está aqui!

Um comentário:

Douglas Drumond disse...

Bom ver que as coisas estão se acertando e que você está bem. Parabéns pela iniciativa de ajudar o pessoal aí. E obrigado pelas notícias não tendenciosas.
Abração
19